Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

TPM: Tô pra matar

A principal notícia do dia de hoje é que os noruegueses são tão obcecados por produtividade no trabalho que estão tomando medidas nas suas empresas que eu chamaria de zero primeiro mundo. Li em uma das minhas leituras diárias mais divertidas, o Daily Mail, sobre um estudo feito no país que levantou informações bastante curiosas e chocantes sobre esses gringos. Preocupados com a diminuição da produtividade de seus funcionários os gestores das empresas estão criando medidas para monitorar que tanto que o pessoal vai ao banheiro da firrrrma. Câmeras e cartões para bater ponto na entrada do banheiro estão entre essas medidas, mas a que mais me chamou a atenção foi uma empresa que estabeleceu que as funcionárias mulheres devem usar pulseiras vermelhas na época da menstruação.

Em um primeiro momento –tolinha- eu pensei: olha... que interessante.. finalmente pessoas no mundo do trabalho estão aceitando que a fase menstrual é difícil para as mulheres.. e a solução foi sinalizar o período com a fita para que todos tomem cuidado e sejam mais atenciosos (acho bizarro, mas a idéia até que me parece, bem pouco, simpática). Mas não! As fitas são para justificar o aumento de idas ao banheiro daquelas mulheres no período. Achei “uó”! Uma falta de respeito, uma exposição desrespeitosa etc etc etc. Depois de queimar sutiãs as mulheres vão ter que lutar pelo direito de ficar menstruadas e ir ao banheiro em seus trabalhos em paz, era só o que faltava...

By Maitena
Fase interessante do mês, a menstruação. Mais interessante ainda é a fase que antecede, e às vezes acontece um pouco junto, a TPM – Tensão Pré Menstrual. Não vou ficar aqui explicando como tudo fica horrível nessa época, como o corpo dói e como dá vontade de morrer. Achei um artigo de um adEvogado bastante instrutivo sobre o tema, chama-se “Tensão pré-menstrual como circunstância de diminuição de pena”. Curiosa e cheia de ironias essa vida, mas o tal se chama “Guilherme Farias Rôla”.... dissertando sobre a TPM, afinal, usando um famoso ditado contemporâneo: TPM de C. é Rôla!

Li há um tempo uma notícia de mulher que matou o marido e no julgamento a questão dela estar nesse período contou positivamente para que sua pena fosse atenuada (não achei ainda a notícia). O artigo traz informações muito curiosas sobre o poder de alteração mental dos ovários: há um Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais que classifica a TPM como um transtorno mesmo e indica que os sintomas podem “...ser suficientemente severos para interferir acentuadamente no trabalho ou atividades habituais...”.

No artigo, Rôla defende que algumas, poucas, mulheres sofrem –e muito- de sintomas de TPM agudos. Ficam agressivas e podem ter até alucinações –choro e vontade de comer muito sorvete não está incluso nessa categoria-, e que nesses casos seria válido considerar uma pena atenuada. Bom, o mais útil de tudo isso são algumas dicas, para tirar proveito da lei, que o advogado acaba dando para quem tiver de TPM e quiser matar um, mas cuja TPM não chegar a ser assim tãaaao forte a ponto de virar um atenuante: 

- Crimes planejados como assalto a bancos, assassinatos com cúmplices etc? Esqueça! Tudo tem que parecer feito no descontrole e na loucura do momento hormonalmente alterado. Importante é alguns meses antes já manifestar os sintomas de loucura da TPM, para parecer mais fidedigno e poder ser um diagnóstico de TPM MESMO.

- Para se dar bem, amnésia pós crime é um sintoma que já foi registrado em alguns casos

-  Que chocolate, o quê! Ele cita também o jejum.... parece que o surto é tamanho que a mulher é capaz de ficar horas sem comer. Aí enlouquece mais ainda.. só que de fome, por que a falta de alimentação aumenta a adrenalina no sangue, aí aumenta também a pressão sanguínea e por aí surge o monstro.

- Não fuja. De acordo com ele a mulher que comete um crime nesse estado não tem discernimento algum e não sabe que o que fez foi errado. Diz, ainda, que muitas vezes é a própria mulher é quem liga e chama a polícia –use um telefone público, é o mais comum- e espere junto ao corpo.

Para terminar, deixo uma cena de um filme que adoro, “Mulheres a beira de um ataque de nervos”,  cujo nome poderia muito bem ilustrar uma crise de ódio da massa feminina enlouquecida pelos ovários. Às loucas, um brinde de Gazpacho!



5 comentários:

Fernanda Lopes disse...

Valeu pelas dicas, Cami!
A vítima eu já tinha escolhido, agora é só esperar uns quinze dias até o meu álibi chegar!
PS: nada melhor do que fechar o post com o vídeo do Almodóvar. Dava pra colocar o filme inteiro!!!!

Leninha1986 disse...

então eu tenho que me cuidar... meus sintomas de tpm nao sao taaaao intensos assim, embora incomodem bastante...
obs: povo c... esse da Noruega, hein? achei q um país com um bom IDH respeitasse mais seus habitantes... não vou mais morar lá :P

Fábrica de Sonhos disse...

Você simplesmente ARRASA!!!!
TPM de Cú é Rôla.. kakakakakakakaka
Valeu gataum, ganhei meu dia!
bjs

Camila Hungria disse...

Meninas, nossa dr adEvogada diva está vendo qual é a do dr Rôla! quando tiver notícias, conto p vcs!

jefhcardoso disse...

Camila, tente se controlar. Não faça nada que possa se arrepender. [sorrio]. Abraço!

Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogsot.com/